outubro 14, 2011

Será que sei?

Não que eu não queira mais
Eu quero e muito.
Mas não da mesma forma

Aprendi
as pessoas vão
sempre se vão
quero ficar.

Isso não me deixará menos compreensiva
Menos carinhosa, sincera, atenciosa
E sou assim, e sou o que sou.

Sou muito para você
muito pouco para você
Não importa,
você vai embora.

Eu faço o agora,
eu vejo o agora
Mas você vai embora

Acho que me acostumei
Pelo visto agora eu sei
Acho que aprendi a amar [ou não]

Nenhum comentário:

Postar um comentário