fevereiro 22, 2012

Lady Coffee


Amarga e levemente doce
Um doce enjoado, como açúcar mascavo
Eu mudei, eu me tornei, eu sou isso por que gosto

É preciso lutar, é preciso fingir, é difícil não mentir
Doces azedos, chocolates amargos e café gelado
Dei-me algo que só eu posso querer

Mais um pouco daquele veneno  
Aquela dose que corrói sem derrubar

A amizade é azul
O ódio é amarelo
O amor é verde (as vezes muito escuro)

Sou a Lady dose errada
As pessoas, a hora e o momento errado
Mas sempre bem acompanhada

Nunca se deve errar um mesmo erro
Não de deve desperdiçá-los
Não se desperdiça quem está sempre ao seu lado



Nenhum comentário:

Postar um comentário