junho 15, 2014

Paroxismo

Eis que me intriga
Por isso me fascina
Se me fascina: domina.

Meus lábios desejam os seus
Meu corpo pede suas mãos
Meu gozo pede você
Mas eu não quero te ver
Minha imaginação domina o quarto
E cria seu gosto nesse espaço
O sopro do vento invade a preencher
o toque frio que meu corpo deseja ter

E nesse caminho me satisfaço
Com as migalhas de seus amaços
Deito e me contraio
Em fim, já posso dormir
E dessa forma - mais uma vez -
Quero amanhã seu espírito aqui

Nenhum comentário:

Postar um comentário