agosto 17, 2014

I don't wanna let him go

Eu sinto o meu desejo
e mau posso controlá-lo
Teus lábios ao se moverem
Não consigo te escutar

Em teus braços um aconchego
Quero ouvir seus suspiros
Enlouqueça-me com um beijo
Não! não quero acordar.

Eu peço, me encurrale em uma parede
Não me deixe um segundo pensar
Tire-me do controle com teus dedos
Não deixe eu me controlar

E sinto sua mão envolver meus seios
Seus lábios gelados a me provocar
AH!... que mundo cheio de defeitos!
AH!.... eu não quero me segurar!

Imploro! - encurrale-me em uma parede -
Não deixe eu me controlar
Me enlouqueça com teus beijos
Eu não quero acordar!!

Venha invadir meu corpo
meu quarto, meu sagrado lar
molhe-me com teu gozo
molhe-me, mas não me deixe pensar

Venha invadir meus sonhos
Com teu corpo me faça gritar
Eu quero marcar seu corpo
Nessa volúpia quero vê-lo sangrar

Rasgue-me como um poema antigo
que já não há o que se aproveitar
Use! Gaste! Canse! Fuja!
não me deixe vê-lo esvair-se,
por entre meus lençóis,
por entre minhas coxas
Para que eu não deseje vê-lo voltar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário