agosto 04, 2016

Safo

Cá estava eu a aventurar-me em um diálogo de Platão,
rapazinho que não muito me agrada em geral, porém me atrai sua escrita.
Eis que o rapaz, a citar seu mestre a citar Safo:
Mas quem é Safo?
Quem é essa figura escondida dos anos de estudos a qual me condenei.
Será uma filósofa em que as aulas de filosofia a ocultaram?
Seria uma escritora, pensadora em que os pensantes não pensaram ser importe?
Seria um caso, citado ao acaso, por descaso de um filósofo?
Ou seria uma aventura abulante, poema constante, musa dançante
na qual a História por julgá-la errante preferiu escondê-la?

Quem é você, História branca?
Como ousa, História burguesa?
Mas quantas foram, História heterossexual, que você escondeu?
Mas quantas serão privada, História cristã e européia
das aventureiras
das guerreiras
das libidinosas
das poetizas
das escritoras
das filósofas
historiadoras

Mulher, seu lugar é onde quiser
desde o início de toda a história

Nenhum comentário:

Postar um comentário