abril 10, 2017

eu verso
sobre o inverso
e me imerso
em ti

nestes versos
ao vento
eu invento
o teu ser

e reinvento
o momento
movimentando
o meu querer

e desvendo
teu invento
no desejo
de mover

Nenhum comentário:

Postar um comentário